O que muda na Nota Fiscal 4.0?

O que muda na Nota Fiscal 4.0?

2 minutos A atualização da nota fiscal geralmente ocorre uma vez por ano ou a cada dois anos, quando há algumas necessidades de modificação. Atualmente, utilizamos o layout da NF-e 3.10, mas uma nova versão entrará em vigor ainda este ano, a NF-e 4.0. A nova nota fiscal terá mudanças de layout, novos campos incluídos e validações. Por isso, é importante que as pessoas que emitem a NF-e façam as devidas atualizações em seus sistemas, já que a versão 3.10 será desativada em novembro Leia mais

Cest será exigido do comércio em abril de 2018

Cest será exigido do comércio em abril de 2018

2 minutos O uso obrigatório do novo código nas notas fiscais começa pela indústria, passa pelo atacado e, por último, o varejo. Os varejistas ganharam quase um ano de prazo até se adaptarem ao uso do Cest (Código Especificador da Substituição Tributária). O Convênio ICMS 60/17, publicado na última quinta-feira, 25/05, fragmentou o calendário de entrega da exigência e colocou o comércio por último, atrás dos atacadistas, das indústrias e dos importadores. Inicialmente, a exigência estava prevista para julho deste ano para todos os Leia mais

COMO SE PROTEGER DO RANSOMWARE WANNACRY E OUTROS MALWARES?

COMO SE PROTEGER DO RANSOMWARE WANNACRY E OUTROS MALWARES?

5 minutos Sua empresa está totalmente protegida de ataques virtuais? WannaCry e outros ataques virtuais Um ciberataque sem precedentes. Dessa forma foi definido o WannaCry pelo Europol, o serviço europeu de polícia. No dia 12 de maio, em todo o mundo, mais de 300 mil dispositivos foram infectados por um tipo de ransomware, um vírus de resgate sobre o qual já havíamos alertado aqui no blog. Como em outros ataques virtuais produzidos por esse tipo de ameaça, os criminosos exploraram uma vulnerabilidade de computadores, Leia mais

Ciberataques em larga escala atingem empresas no mundo e afetam Brasil

Ciberataques em larga escala atingem empresas no mundo e afetam Brasil

2 minutos Ataques ocorreram em ao menos 74 países, com ‘vírus de resgate’ que exige dinheiro, diz empresa de segurança. No Brasil, sites de empresas e órgãos públicos saíram do ar. Hospitais na Inglaterra foram atingidos no início do ataque. Vírus de resgate Os ataques usam vírus de resgate (ou “ransomware”), que inutilizam o sistema ou seus dados, até que seja paga uma quantia em dinheiro – entre US$ 300 e US$ 600 em Bitcoins, diz a Kaspersky. Ou seja, eles “sequestram” o acesso Leia mais