Pandemia e gestão financeira: Como superar os desafios para empreender no Brasil?

Pandemia e gestão financeira: Como superar os desafios para empreender no Brasil?

Tempo de leitura: 6 minutos

Sabemos que a pandemia modificou os comportamentos de todo o mundo, e também aumentou os desafios que os empreendedores precisam enfrentar. Por isso, nossa equipe preparou uma análise completa deste cenário e das principais ferramentas que vão auxiliar seu negócio a se firmar cada vez mais sólido no mercado. 

Um panorama completo para mapear os desafios do empreendedorismo no Brasil

  1. O cenário atual: quais são os principais desafios de empreender no Brasil?
  2. A importância de uma estratégia constante de marketing e vendas
  3. Gestão financeira: chave para equilibrar a turbulência

O cenário atual: quais são os principais desafios de empreender no Brasil?

Três grandes desafios resumem bem as dificuldades que os empreendedores enfrentam no período de pandemia: finanças, vendas e gestão. Independente do segmento do seu negócio, é possível que você já tenha se deparado com alguma delas (ou pior, todas elas juntas).  

Uma pesquisa realizada pelo Sebrae com 17 milhões de pequenos empreendedores, apontou que, em 2020, 30% das empresas precisaram mudar a maneira como funcionavam.  Nesse processo, um outro dado chama a atenção: quase 60% das pequenas empresas brasileiras suspenderam atividades. Assim, para encarar o desafio de não fechar as portas, é necessário conhecer a fundo o cenário e focar nas alternativas que se apresentam para superá-los.

A pandemia atinge as micro e pequenas empresas de forma dupla

Se o seu negócio não for gerenciado por uma grande equipe de sócios, gestores e gerentes, com hierarquias específicas para diluir as decisões, é bem provável que você, enquanto dono do negócio, concentre a maior parte das decisões (e responsabilidades) da sua empresa.

Por isso, um primeiro e enorme desafio está ligado ao setor de finanças. Em um período de crise em que a renda per capita brasileira teve a maior queda de toda a história, é difícil diferenciar o que é urgente daquilo que é importante. Com isso, o empreendedor sofre os efeitos da pandemia enquanto cidadão e consumidor e também enquanto empregador e dono de negócio em que se somam uma série de responsabilidades.

O comportamento do consumidor não é mais o mesmo

Com as medidas de isolamento recomendadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS), os consumidores passaram a enxergar a compra online como opção mais segura e viável. Por isso, se seu negócio não possuía uma presença digital, é bem provável que tenha sentido a queda nas vendas de forma acentuada.

Um outro fator que pode agravar essa situação é não possuir uma estratégia de marketing e vendas que oriente o seu negócio. Afinal, estar presente na rede não é garantia de venda no final do mês: é preciso destacar-se nesse mar de ofertas. Entenda como engajar os seus clientes em compras online.

Desorganização e processos que não funcionam são pedras no caminho

Negócios que não se preocupavam com uma gestão eficiente sem dúvidas estão sofrendo ainda mais nessa pandemia. Com novas preocupações em mente, uma automatização e integração da gestão são aliados na hora de manter as finanças e tudo que envolve a carga tributária em dia. Como aqui na Sfhera somos especialistas em otimizar e desburocratizar finanças, indicamos que dê uma olhada nos benefícios que podemos oferecer para melhorar a sua gestão.

A importância de uma estratégia constante de marketing e vendas

Já falamos um pouco sobre a mudança de comportamento do consumidor na pandemia, tornando o desafio de vender ainda maior. Por isso, ter uma comunicação clara, profissional e eficaz pode ajudar você a se diferenciar da concorrência. 

Aqui, destacamos que é fundamental mostrar para seu público alvo que seu negócio está preparado para atendê-lo durante a pandemia. Esse fator é especialmente importante para o setor de alimentação, beleza e outros serviços que envolvem o contato em alguma medida.

Conheça os pontos fortes e fracos do seu produto

Não sabe por onde começar? Uma dica é listar os pontos fortes e fracos do seu produto em relação à concorrência. Dessa forma, você inicia uma percepção sobre aquilo que pode ser melhorado e que o marketing pode atuar. 

E atenção, nessa lista vale tudo: embalagem, processo, comunicação: o importante é conhecer o seu negócio a fundo. Com essas informações, você conseguirá entender quais profissionais ou investimentos podem ser aliados para alcançar seus objetivos.

Informe os clientes sobre a sua atuação na pandemia

Precisou ajustar algum valor, ou o modo como seu produto é entregue? Informe isso ao seu cliente. Mais do que entregar um serviço/produto de qualidade, a transparência na relação com o consumidor garante um cliente satisfeito e fidelizado. Nas redes sociais, uma alternativa é definir um destaque sobre a atuação na pandemia para tirar todas as dúvidas do seu público.

Mantenha sempre os dados da sua empresa atualizados

De nada adianta inovar e investir em melhorias e esquecer do básico, certo? Em tempos de pandemia, facilitar que seu cliente te encontre pode ser a diferença entre vender ou cair no esquecimento. Por isso, use e abuse de ferramentas como Google meu negócio, LinkedIn, Instagram e Facebook. 

Gestão financeira: chave para equilibrar a turbulência

Agora que você já conferiu o cenário e algumas dicas de como garantir melhorias para seu negócio no período da pandemia, vamos finalizar com um tópico super importante: a gestão financeira. 

Aqui na Sfhera, consideramos que a gestão financeira é mais do que separar ou organizar o seu dinheiro. Ela é integração, eficiência e encantamento do seu cliente. 

Separe o seu dinheiro dos recursos da sua empresa

Esse é um erro clássico e em muitos casos, frequente. Misturar o seu dinheiro com o caixa da empresa pode fazer você ter uma falsa percepção dos seus gastos e lucros. Por isso, indicamos que você sempre mantenha uma diferenciação entre eles, e quando não for possível, registre cada operação.

Invista em tecnologias que otimizem o seu tempo

Investir em alternativas que acelerem e otimizem seus processos produtivos não são um gasto, e sim uma solução definitiva para enxugar desperdícios e falhas. Confira 7 dicas para implementação de softwares de sucesso.

Fique longe das dívidas!

Por último, mas não menos importante, tente não fazer novas dívidas. Pensar no futuro agora pode parecer difícil, especialmente com tantos desafios batendo à porta. Mas é preciso se preparar e acreditar em um cenário de melhorias, por isso, cuide para que seu negócio não sofra com dívidas adquiridas nesse período.

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.