Conheça o PIX e saiba como ele vai mudar as formas de pagamentos

Conheça o PIX e saiba como ele vai mudar as formas de pagamentos

Tempo de leitura: 3 minutos

O Pix chegou para mudar a forma como realizamos transações financeiras, ele vai mudar as formas de pagamentos, deixando a vida de usuários e empresas muito mais ágil.

Essa ferramenta nada mais é do que uma iniciativa do Banco Central para oferecer uma nova modalidade de pagamentos.

E já que entra em vigor em novembro deste ano, vamos falar sobre ela para que você fique por dentro. Veja!

O que é o Pix, afinal?

O Pix é uma modalidade de pagamento instantâneo, bem como DOC, TED, cheques, entre outros, a grande diferença é que ele promete substituir todos esses outros, que aos poucos serão obsoletos.

De acordo com o Banco Central essa nova modalidade entra em vigor em novembro de 2020 e promete funcionar todos os dias, inclusive fins de semana e feriados.

O que já o difere de transações bancárias, por exemplo, que ocorrem apenas em dias úteis.

Como vai funcionar o Pix

Apesar de não ter divulgado tudo sobre o Pix, o Banco Central já trouxe alguns documentos para termos uma noção de como o recurso vai funcionar.

Por meio de operações NFC ou QR Code os usuários poderão realizar transferências e pagamentos em menos de um minuto, além disso, as chaves de identificação permitem a operação sem preenchimento de dados, como CPF, CNPJ, entre outros, facilitando ainda mais.

Já os valores para essas transações facilitadas ainda não foram divulgados, mas o que se espera é que sejam mais atrativos do que os mais usados hoje, como TED, por exemplo.

Qual a necessidade de surgimento do Pix?

Primeiro, vamos comparar as tecnologias ligadas às transações financeiras que temos hoje, que permitem envio de dinheiro a outro usuário em segundos.

Nesse contexto, não faz sentido as operações bancárias demorarem dias como acontece atualmente.

Daí a necessidade de os bancos adaptarem-se a essa nova realidade, no intuito de trabalhar de acordo com as tecnologias que temos a nossa disposição.

Quais as características desse sistema de pagamentos

Como dissemos, a facilidade é a maior característica, sendo possível realizar transações rápidas e 24 por dia.

Além da forma rápida e com uma operação intuitiva, facilitando a vida do usuário.

A segurança também será garantida por meios atuais de segurança de dados, com base na Rede do Sistema Financeiro Nacional (RSFN).

Por fim, essa ferramenta está disponível para diversos tipos de operações, inclusive entre empresas e pessoais físicas, pagamentos e até no recolhimento de impostos.

Quem vai oferecer o Pix

Primeiramente, as instituições financeiras com mais de 500 mil contas cadastradas devem oferecer o Pix para seus clientes.

No entanto, pelas características e vantagens dessa ferramenta, dificilmente alguma empresa do segmento ficará de fora, até porque uma das intenções é equiparar os serviços dos grandes bancos com as contas digitais.

Essa competitividade é vantajosa para o cliente, que recebe mais opções de serviços modernos e com menos taxas de operação.

Agora fica mais fácil entender o que é o Pix e como ele vai mudar as formas de pagamentos.

Isso porque quando existem opções melhores, mais rápidas e baratas não temos motivos para sair em busca de outros meios, certo?

É muito importante estar preparado para lidar com essa tecnologia, que promete facilitar o dia a dia.

Precisa de um sistema para gestão empresarial? Entre em contato com nossos especialistas!

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.